Dear reader,
You may have noticed that we’ve changed domains from Minestories to Solid Ground online, a name that more inclusively reflects our broad range of solutions for the mining and rock excavation industries. Rest assured, you’ll still be able to read and watch the ground-breaking content you’ve come to expect. Thanks for visiting.

Confie no processo

RANCAGUA, CHILE. Uma solução de britador cônico topo de linha está ajudando a Codelco com os volumes de processamento desafiadores na maior mina subterrânea de cobre do mundo.

Vistas majestosas são abundantes em El Teniente, uma operação extensa a 2.400 metros acima do nível do mar, na cordilheira dos Andes.

Além de ser a maior operação da Codelco, a El Teniente (“o tenente”, em português) é a maior mina subterrânea de cobre do mundo. A gigante estatal de cobre chilena está investindo US$ 5,4 bilhões em um projeto para desenvolver um novo nível que prolongará a vida útil da mina em mais de 50 anos, se concluído em 2025.

A expansão faz parte de um projeto de dez anos e 40 bilhões de dólares até 2027 para prolongar a vida útil das principais minas e permitir à Codelco manter as taxas de produção nas próximas décadas, apesar da queda no teor de minério e do aumento dos custos.

A El Teniente produz cerca de 450.000 toneladas de cobre fino anualmente, processando até 50 milhões de toneladas de rochas para extrair o cobre de baixo teor.

Codelco

A Codelco, Corporação Nacional de Cobre do Chile, é a maior produtora mundial de cobre e a segunda maior produtora de molibdênio do mundo. A empresa estatal chilena opera oito divisões de mineração: El Teniente, Chuquicamata, Radomiro Tomic, Ministro Hales, Gabriela Mistral, Salvador, Andina e a fundição e refinaria Ventanas. Fundada em 1976 e sediada em Santiago, a Codelco possui cerca de 10% das reservas mundiais de cobre e é responsável por 11% da produção anual de cobre do mundo. A empresa produziu aproximadamente 1,677 bilhão de toneladas de cobre em 2018 e planeja aumentar a produção para 1,73 bilhão de toneladas em 2019.

O volume diário de produção da El Teniente pode atingir 170.000 toneladas, com cerca de 150.000 toneladas processadas na planta de Colón e outras 20.000 toneladas processadas na planta de Sewell, a 9 km de distância.

Cerca de metade de todo o material extraído é processado na planta SAG, que possui uma capacidade nominal de processamento de 70.000 toneladas por dia. Duas linhas SAG, cada uma com um moinho SAG e dois de bolas, processam o material britado na planta primária.

Seixos gerados na planta SAG são processados ​​na região. Aqui, quatro britadores de seixos lidam com a produção. A outra metade do material extraído é processada em uma planta de britagem secundária-terciária, que consiste em três britadores cônicos secundários, oito britadores cônicos terciários e um estágio de peneiramento centralizado, que posteriormente alimenta um estágio de moagem composto por 13 moinhos.

No início dos anos 2000, a El Teniente instalou os britadores Sandvik H8800 em aplicações secundárias, terciárias e de seixos para ajudar a acompanhar os aumentos de produção que sobrecarregavam as plantas da mina.

Após 12 anos de operação produtiva e mais de 80 trocas de revestimento da câmara de britagem, a mina buscou uma solução de substituição para seus britadores antigos, que mantinham ocupados o superintendente de Planejamento de Manutenção, Hugo Olmos Veja, e suas equipes.

“A confiabilidade dos equipamentos estava criando um gargalo na planta terciária, aumentando nossa carga circulante”, conta Olmos, que começou a atuar na El Teniente como diretor da Unidade Elétrica e de Instrumentação em 2008. “Os componentes mais antigos se deterioraram significativamente. Isso significou menos controle e menos processamento. E, com isso, uma diminuição na produtividade geral.”

Olmos lembra que havia apenas duas opções: reduzir a cominuição ou trocar os britadores.

“O que a Sandvik oferece como reconstrução para trocar os principais componentes de um Sandvik H8800 é o modelo Sandvik CH895”, diz. “Nós trocamos os grandes componentes, revestimentos inferior e superior, eixo principal.”

Sebastián Sáez Araya, engenheiro-chefe de Planejamento de Planta para Britagem Secundária e Terciária, afirma que disponibilidade e confiabilidade foram os critérios mais importantes.

“Nossa missão número um é nunca parar a produção ou limitar o produto que chega do estágio anterior, a mina”, explica Sáez. “Diferentes estratégias que seguimos foram bem-sucedidas, sendo uma delas a implementação do CH895.”

<p>Sebastián Sáez Araya, engenheiro-chefe de Planejamento de Planta da mina El Teniente, da Codelco.</p>

Sebastián Sáez Araya, engenheiro-chefe de Planejamento de Planta da mina El Teniente, da Codelco.

<p>Para ajudar a garantir o desempenho ideal da câmara de britagem e eliminar possíveis problemas de alimentação no britador Sandvik CH895 da El Teniente, a Sandvik instalou um distribuidor rotativo acima do funil de alimentação para espalhar uniformemente o material recebido.</p>

Para ajudar a garantir o desempenho ideal da câmara de britagem e eliminar possíveis problemas de alimentação no britador Sandvik CH895 da El Teniente, a Sandvik instalou um distribuidor rotativo acima do funil de alimentação para espalhar uniformemente o material recebido.

Um Sandvik CH895 totalmente carregado com uma solução otimizada da câmara de britagem, sistema de válvula de descarga elétrica e um distribuidor de alimentação rotativo foi instalada para um teste de seis meses em uma aplicação de seixos.

A câmara de britagem otimizada – uma solução HR/A premium em vez da câmara EEF/EF padrão – incluiu alterações nas configurações do britador, como a abertura excêntrica para atender às necessidades da El Teniente. A solução premium maximizou a redução de tamanho em 20% durante o teste.

Para ajudar a garantir o desempenho ideal da câmara de britagem e eliminar possíveis problemas de alimentação, a Sandvik também instalou um distribuidor rotativo acima funil de alimentação para espalhar uniformemente o material recebido.

Enquanto os britadores Sandvik H8800 mais antigos mostravam indicações de ovalidade – uma indicação de alimentação irregular – não havia tais sinais no novo Sandvik CH895. Garantir uma distribuição uniforme maximizou a vida útil da câmara de britagem. A El Teniente reduziu a carga circulante e o consumo de energia com a atualização.

“O distribuidor de alimentação rotativo também foi um dos principais fatores para melhorar o desempenho do equipamento, no que diz respeito à durabilidade dos revestimentos e à qualidade do produto final”, conta Sáez.

Os britadores Sandvik H8800 mais antigos forneciam um produto final P80 que era de 55% a 60% menor que ½ polegada. O Sandvik CH895 entregou um P80 70% menor que ½ polegada, com menos carga circulante e maior capacidade líquida.

“A estrutura do Sandvik CH895 é mais robusta, de cima a baixo, incluindo a spider cap“, diz Olmos. “O fluxo de lubrificação é melhor, portanto, a máquina é mais confiável. O desempenho é melhor e a durabilidade também. O reforço do equipamento fornece uma melhor força de britagem. E a intensidade é maior quando se trata de britar a rocha, o que melhora nossa taxa de redução.”

Mina El Teniente

A El Teniente é a maior mina subterrânea de cobre do mundo. Localizada a 90 km ao Sul da capital chilena, Santiago, na cordilheira dos Andes, a mina produz cerca de 450.000 toneladas de cobre anualmente. Mais de 3.000 km de túneis subterrâneos foram desenvolvidos desde o início da operação da El Teniente, em 1907. Um novo nível de mina, que prolongará a vida útil da mina por mais de 50 anos, deve ser inaugurado em 2025.

A El Teniente adquiriu o Sandvik CH895 de teste e, posteriormente, encomendou duas unidades adicionais do Sandvik CH895 para substituir outros britadores Sandvik H8800 na planta terciária.

“O Sandvik CH895 atendeu aos nossos KPIs para desempenho e disponibilidade”, destaca Olmos. “A válvula de descarga elétrica nos ajudou a detectar material não britável. As taxas de eficiência e redução melhoraram e a disponibilidade aumentou.”

Os três Sandvik CH895 agora estão em operação 24 horas.

“Eficiência, eficácia e produtividade são mais importantes”, afirma Vega. “Queremos que os britadores trabalhem de forma produtiva e confiável e produzam uma qualidade previsível do produto. É uma parte essencial do circuito, por isso tem que estar em uso contínuo. O que vejo é que estão funcionando perfeitamente. E tentamos isso com diferentes aberturas excêntricas. O equipamento também melhora a produção, mas é com relação à eficácia e eficiência que estamos obtendo todo o seu valor. Usamos a máquina mais de 85% do tempo. Chegamos a cerca de 87%, 87,8% de uso e nunca alcançamos esse número antes. Para mim, esse é o maior benefício.”

A El Teniente também conseguiu prolongar a vida útil do revestimento da câmara de britagem.

Hugo Olmos Vega, superintendente de Planejamento de Manutenção na mina El Teniente, da Codelco.

Hugo Olmos Vega, superintendente de Planejamento de Manutenção na mina El Teniente, da Codelco.

“Decidimos, com base na capacidade do cone Hydroset, aumentar as horas de uso para mais de 1.200, devido aos novos revestimentos da câmara de britagem”, diz Olmos. “Passamos de 1.200 horas para 1.345 horas, chegando até a 1.350 horas. O que isso significa? O ciclo é mais longo e o custo é reduzido. O tempo médio para reparar as máquinas diminuiu. E, com isso, o trabalho de consertar os britadores agora é mais simples.”

Olmos calcula que cada Sandvik CH895 terá se pago após seis anos de operação, com base na diferença dos custos de manutenção em comparação com os britadores mais antigos.

“A Sandvik é uma boa opção para britadores”, destaca. “Atualmente, ela tem equipamentos capazes de realizar britagem terciária ou mesmo quaternária. E já mostra um bom desempenho com a britagem secundária e qualidade em termos de facilitar a manutenção. Seus componentes são simples.”

Quando surgem problemas, os especialistas da Sandvik que trabalham no local ajudam a El Teniente a resolvê-los imediatamente.

“Trabalhamos lado a lado com a Sandvik toda semana”, conta Sáez. “O que mais gosto é da presença deles. Se tivermos um problema, eles estão aqui. A Sandvik nos ajudou a resolver todos os problemas que encontramos. É um grande alívio, pois às vezes nos deparamos com dificuldades que não conseguimos resolver. E é isso que se destaca na Sandvik. Seus profissionais estão permanentemente aqui, e é disso que precisamos. ”

O primeiro Sandvik CH895 da El Teniente está em operação há três anos na aplicação de seixos, enquanto as duas unidades mais recentes estão chegando a um ano de idade e cada uma ainda está em seu segundo revestimento.

“Vimos que o desempenho superou nossas expectativas e acreditamos que pode ser ainda melhor”, destaca Sáez. “Superamos claramente a produção por hora; isso é, estamos produzindo mais por hora do que o planejado no início do projeto. E acho que ainda não alcançamos o melhor desempenho que podemos obter.”

Vega acrescenta: “se alguém precisar de desempenho, nada supera o Sandvik CH895. O resultado com ele é positivo na El Teniente, por isso não teria problemas em recomendá-lo para aplicações semelhantes.”

Sandvik CH895

O Sandvik CH895 foi desenvolvido para aumentar a produtividade em aplicações terciárias, quaternárias e de seixos. O eixo principal do britador cônico é suportado hidraulicamente nas duas extremidades, enquanto um design de carcaça inferior otimizado para força permite maiores cargas. O Sandvik CH895 apresenta um projeto robusto, abertura excêntrica ajustável e uma abertura de entrada constante. O britador cônico de alta redução possui forças de britagem mais altas que proporcionam maior redução – resultando em um produto mais fino e em menos recirculação em circuitos fechados. Um sistema de controle ASRi comprovado facilita o ajuste online durante a carga máxima e garante o desempenho máximo.