Dear reader,
You may have noticed that we’ve changed domains from Minestories to Solid Ground online, a name that more inclusively reflects our broad range of solutions for the mining and rock excavation industries. Rest assured, you’ll still be able to read and watch the ground-breaking content you’ve come to expect. Thanks for visiting.

<p>As responsabilidades de ensino de Dr. Wetherelt incluem Engenharia, Pesquisa e Transporte em Minas, Tunelamento e Design de escavação de superfície.</p>
Mostrar legendaOcultar legenda

As responsabilidades de ensino de Dr. Wetherelt incluem Engenharia, Pesquisa e Transporte em Minas, Tunelamento e Design de escavação de superfície.

Doutor na área

A mineração está em um ciclo de recessão, cujos efeitos fazem o mundo inteiro se perguntar quando os preços das commodities vão melhorar novamente. A Minestories falou com o Dr. Andy Wetherelt, da Universidade de Exeter, sobre a atual situação do setor e o que ele pensa que as empresas devem fazer para se manterem competitivas.

Como as empresas podem evitar o pensamento de curto prazo e promover o crescimento durante um ciclo de recessão prolongado?
Infelizmente, durante o período de alta os custos dispararam, principalmente com base em salários elevados. É essencial implementar salários realistas e, se necessário, fazer cortes no quadro de colaboradores. Isso também tem que ocorrer em OEMs e em toda a “cadeia alimentar”.

Como as mineradoras podem melhorar a produtividade durante esse período? Como elas podem se assegurar de que os investimentos em produtividade não serão desvalorizados quando o preço das commodities melhorar?
É necessário reajustar o setor. Ter uma abordagem mais cautelosa enquanto os preços das commodities melhoram, lentamente. O último boom muito agressivo foi criado porque a estagnação anterior do setor de mineração foi muito longa. Controlar o boom ou a queda da mineração é muito difícil.

O que os países e regiões podem fazer para ajudar as mineradoras durante esse ciclo de recessão?
Tentar evitar especulação por aqueles direta e indiretamente envolvidos na indústria de extração e trabalhar com OEMs e agências governamentais, juntamente com os sindicatos. Se considerarmos o inverso, por que OEMs e colaboradores de repente exigem, por exemplo, ajustes de preço de 50% ou aumentos salariais apenas porque o valor das commodities subiu? Uma vez que os preços das commodities caem, os colaboradores e OEMs são, então, deixados por sua conta e risco.

Como as mineradoras podem mudar a mentalidade sobre os benefícios de implementar ideias e tecnologias inovadoras, como as empresas de petróleo fazem?
A mineração é mais tradicional do que o setor petrolífero. A idade dos colaboradores e a demografia desempenham um grande papel nisso. Os equipamentos tradicionais são muito robustos e confiáveis num ambiente transitório e muito agressivo. Tecnologia e inovação devem ser comprovadas além da experimentação normal para a aplicação ir adiante. Além disso, há a expectativa de que as mineradoras extraiam a mercadoria enquanto os OEMs fazem o P&D. Embora ainda haja demanda para colocar a pessoa diretamente na ponta, os fatores necessários para a implementação da inovação são muito difíceis de serem trazidos à tona.

Dr. Andy Wetherelt é palestrante e diretor de programas no departamento de Engenharia de Minas da Universidade de Exeter. Seus interesses de pesquisa incluem análise de vibração ocasionada pelo desmonte de rochas, métodos de prospecção subterrânea e otimização da cava.