Dear reader,
You may have noticed that we’ve changed domains from Minestories to Solid Ground online, a name that more inclusively reflects our broad range of solutions for the mining and rock excavation industries. Rest assured, you’ll still be able to read and watch the ground-breaking content you’ve come to expect. Thanks for visiting.

Para os operadores, pelos operadores

PERTH, AUSTRÁLIA OCIDENTAL. A Sandvik solicitou um feedback abrangente dos clientes para melhorar sua carregadeira de 17 toneladas. O resultado é um modelo mais seguro, mais forte e inteligente, projetado para os operadores que o utilizam.

Peter Campain não economiza palavras quando o assunto é a importância de projetar equipamentos de mineração para os operadores que os controlam.

“Ter um equipamento projetado para o operador é essencial”, afirma Campain, gerente geral da planta para Serviços de Mineração da Barminco. “A OEM que fabrica o equipamento não o opera. E o que importa é como os operadores encontram o equipamento a ser usado e como a máquina se adapta ao ambiente em que eles o executam por até 11 horas diárias.”

A Barminco conhece o seu equipamento móvel. A fornecedora de serviços de mineração opera mais de 300 unidades no total, uma das maiores frotas subterrâneas de uma única empresa no mundo.

“Obviamente, é uma parte muito importante do nosso negócio e temos um relacionamento de longa data com a Sandvik”, conta Graham Crew, gerente geral de Mineração da Barminco. “O equipamento da Sandvik, em geral, é muito bem avaliado dentro da Barminco. As duas empresas buscam entregar valor para os proprietários de minas e temos muito a aprender uma com a outra sobre como podemos tornar o processo mais seguro, produtivo e eficiente.”

A Sandvik regularmente incorpora o feedback dos clientes em seus processos de criação de equipamentos, e os fóruns locais oferecem uma oportunidade ainda mais aprofundada para desvendar possíveis problemas e melhorias.

A contribuição e as sugestões da Barminco em um fórum como esse, em Perth, em 2011, foram fundamentais para o desenvolvimento do Sandvik TH663.

“Na época do primeiro fórum, não tínhamos nenhum equipamento de carga e transporte da Sandvik em operação”, diz Campain. “Nós estávamos usando apenas os jumbos. Queríamos ver o que a Sandvik faria com nosso feedback e ficamos impressionados.”

A Barminco comprou seus primeiros cinco caminhões Sandvik TH663 em 2014. Hoje, a empresa opera mais de 30.

Sandvik LH517i

A Sandvik LH517i é uma carregadeira subterrânea inteligente de 17 toneladas, projetada para atender às expectativas de segurança, confiabilidade e eficiência do setor. A inteligência incorporada permite custos operacionais mais baixos e melhor conectividade. A Sandvik LH517i possui o mais recente sistema de controle inteligente da Sandvik e o My Sandvik Digital Services como padrão para monitoramento remoto e solução de problemas mais rápida. A carregadeira é preparada para o AutoMine e otimizada para carregamento de três passagens com o caminhão Sandvik TH551i.

“Até o final de 2018, teremos uma frota completa de TH663 operando na Austrália”, destaca Campain.

A gerência da Barminco e a equipe do site foram convidadas para outro fórum local de clientes em 2015, dessa vez para discutir suas experiências com a Sandvik LH517, que atualmente representa mais da metade de sua frota de carregadeiras Sandvik.

Os operadores elogiaram a força de arranque e a capacidade de desagregação da carregadeira, mas ficaram menos satisfeitos com a ergonomia e o conforto da cabine, pontuando desde a posição do assento até a ausência de um local para armazenar as grandes garrafas de água necessárias para se manterem hidratados em ambientes quentes.

“A frenagem nas máquinas anteriores foi considerada bastante dura e surgiram algumas coisas simples sobre a maneira como a máquina carrega”, lembra Campain.

O fórum gerou mais de 200 sugestões de clientes para melhorar a próxima carregadeira Sandvik de 17 toneladas. Três anos depois, nasceu a Sandvik LH517i.

Para melhorar o conforto e a produtividade do operador, a Sandvik redesenhou a cabine. O resultado é um ambiente operacional mais espaçoso e ergonômico, com melhor visibilidade. A Sandvik também melhorou a posição dos pedais e o controle para um deslocamento mais suave.

<p>Peter Campain, gerente geral de Serviços de Mineração da Barminco.</p>

Peter Campain, gerente geral de Serviços de Mineração da Barminco.

“O conforto de operar a máquina, a ergonomia dentro da cabine do operador, o layout e a facilidade de operação. Esses aspectos, do ponto de vista operacional, apareceram na 517i”, destaca Crew.

A Sandvik também simplificou a capacidade de manutenção da nova carregadeira por meio de uma localização mais inteligente das principais áreas de serviço.

“Do ponto de vista da manutenção, acho que houve muito esforço na operacionalidade e na acessibilidade da manutenção no nível do solo”, afirma Campain. “E em termos de acesso para detecção de falhas, pontos de testes hidráulicos e locais para testar a eletricidade, tudo foi muito bem pensado. Ter uma área centralizada onde todos os filtros e acessos de serviço estão é muito mais seguro e fácil para nossos profissionais.”

Além das melhorias no design, a Sandvik LH517i também possui inteligência integrada que permite o uso do AutoMine e do OptiMine.

Darren Kwok, gerente de Inovação e Tecnologia do grupo Barminco, aprecia a flexibilidade de mobilizar uma solução automatizada para um cliente em dias, em vez de semanas.

“A tecnologia e a inovação nos dão melhores oportunidades de ganhos sustentáveis ​​com segurança, produtividade e eficiência, além do trabalho de melhoria contínua que já realizamos. A 517i é a que, mais recentemente, ficou pronta com todos os sensores apropriados e todo o equipamento necessário para dirigir no local e ativar a automação conforme necessário”, ressalta Kwok.

A Barminco estava ansiosa para testar a primeira Sandvik LH517i, colocando-a em operação na mina Agnew da Gold Fields, na Austrália Ocidental.

“Pouco antes de a 517i ser entregue, recebi uma lista dos operadores de sites sobre coisas de que eles não gostavam nas 517”, lembra Campain. “A 517i chegou e acho que os operadores ficaram surpresos ao descobrir que a lista deles havia sido resolvida tão rapidamente.”

Crew ainda acrescenta: “A oportunidade de ver essas melhorias implementadas no novo equipamento e de dar ao nosso pessoal a oportunidade de ver e testar foi muito importante. Quando as equipes que operam as carregadeiras todos os dias veem seus comentários incorporados em uma nova máquina, eles têm mais confiança.”

A Barminco operou a carregadeira por mais de 3.000 horas, com a disponibilidade aumentando em 90% e os custos de manutenção reduzindo. Ainda mais importante, de acordo com Campain, é que os operadores a aprovaram.

<p>Darren Kwok, gerente de Inovação e Tecnologia da Barminco.</p>

Darren Kwok, gerente de Inovação e Tecnologia da Barminco.

“Ela tem aceitação do operador em um site que usava carregadeiras de um concorrente. Os gerentes de Operações estão solicitando especificamente o equipamento ‘i’ em vez do modelo antigo, o que é uma medida de sucesso”, diz.

Crew acredita que o compartilhamento de conhecimento continuará impulsionando a inovação no desenvolvimento de equipamentos.

“Temos muito conhecimento e muita experiência operacional”, destaca. “Faz sentido falarmos o tempo todo sobre o que está e o que não está funcionando, o que podemos fazer melhor, e a capacidade de resposta da Sandvik com a 517i, na minha opinião, é crítica e permite que ambas as empresas ofereçam um produto melhor, mais seguro, mais eficiente e mais produtivo. Enquanto mantivermos essa comunicação, construiremos um relacionamento cada vez mais forte.”

Barminco

A Barminco faz parte do Ausdrill Group, uma empresa ASX 200 e a segunda maior prestadora de serviços de mineração da Austrália. A Barminco é líder global em serviços de mineração subterrânea de rochas duras e, juntamente com a African Underground Mining Services (AUMS), emprega 3.000 pessoas em operações na Austrália, Índia e África.