Dear reader,
You may have noticed that we’ve changed domains from Minestories to Solid Ground online, a name that more inclusively reflects our broad range of solutions for the mining and rock excavation industries. Rest assured, you’ll still be able to read and watch the ground-breaking content you’ve come to expect. Thanks for visiting.

Profundezas ocultas

Em Espoo, na Finlândia, um projeto está em andamento para construir uma estação subterrânea de tratamento de esgoto suficientemente grande para tratar a água de mais de 400 mil habitantes. Antes da conclusão, há algumas escavações a serem feitas.

Próximo a Helsinki, entre as florestas e os campos de golfe de Espoo, na Finlândia, um enorme projeto subterrâneo está em andamento. Nos últimos dois anos, a Lemminkäinen Infra Oy, empreiteira responsável pela abertura dos túneis, tem realizado as operações de escavação e desmonte de rochas. À medida que sua parte do projeto se aproxima da conclusão, uma rede inteira de corredores e túneis aparece sob essa bela extensão do campo nórdico.

Os túneis estão sendo escavados como parte de um grande empreendimento. A população da área cresceu 10 vezes nos últimos 60 anos e, à medida que ela cresce, as instalações precisam se adaptar. Com isso em mente, a Autoridade Regional de Serviços Ambientais de Helsinki está construindo uma estação subterrânea de tratamento de esgoto no substrato rochoso Blominmäki, de Espoo, como parte de sua missão para ajudar a melhorar o meio ambiente. Quando o projeto for concluído, em 2020, poderá tratar o esgoto de 400 mil habitantes. Esse é um grande projeto. Não só para os residentes atuais e do futuro, mas também para o meio ambiente. A nova estação será bem mais eficiente que a atual.

Antes da construção da estação, os túneis para abrigá-la precisam ser escavados. Pode parecer mais sensato construir algo desse porte acima do solo, já que é a maneira mais tradicional e não exigiria a imensa quantidade de trabalho de escavação. No entanto, o esforço inicial maior vale a pena a longo prazo. Instalar a maior parte da estação no subsolo é melhor para a paisagem do local, por exemplo. O espaço pode ser usado de forma mais eficiente, uma vez que a construção subterrânea evita a necessidade de trabalhar em torno de rodovias e estruturas existentes e, em alguns casos, de vida selvagem. Além disso, a instalação está menos exposta ao ambiente às vezes severo do norte da Europa.

A parte mais importante dessas etapas iniciais do projeto de construção foi obter a licença para construir os túneis, sendo a Lemminkäinen Oy responsável por isso.

“É um projeto enorme”, destaca o engenheiro de Projetos Jarkko Meriläinen. “A área que estamos escavando no subsolo é maior do que o tamanho de 14 campos de futebol, e os túneis têm até 20 metros de altura e, geralmente, 22 metros de largura, com um poço de nitrogênio de mais de 26 metros.”

Em um projeto desse tamanho, sempre haverá desafios, seja na fase de planejamento ou quando se tratar da própria escavação. “Um dos maiores desafios é o tamanho e a escala do projeto”, conta Ville Nupponen, gerente de Produção da Lemminkäinen. “Nós temos que fazer muitas coisas diferentes ao mesmo tempo, e o cronograma é apertado. É realmente importante que façamos o planejamento correto, pois isso torna tudo mais fácil.”

Sobre a Lemminkäinen Infra Oy

A Lemminkäinen Infra Oy é uma especialista em infraestrutura complexa e construção de edifícios no norte da Europa e é uma das maiores empresas de pavimentação em seu segmento de mercado. Ela emprega 4.700 profissionais e visa a construir uma sociedade sustentável ao lado de seus clientes. A empresa é especializada em ambientes urbanos, projetos de tráfego e projetos industriais e de estações elétricas. Ela também constrói e mantém redes rodoviárias, além de apartamentos e instalações comerciais.

O planejamento durante o projeto foi uma parte vital desse contrato, impactando todos os níveis de desenvolvimento. Sobre o método exclusivo usado para executar os furos, Meriläinen diz: “Em algumas cavernas, a escavação é feita em nove partes separadas devido ao grande perfil e às altas tolerâncias para escavações. Começamos com o topo do túnel, depois escavamos as partes intermediárias e, finalmente, as laterais.”

Lemminkäinen usa o software Sandvik iSURE junto com seus jumbos Sandvik DT1131i para gerenciar o processo de escavação. O Sandvik iSURE permite que os planos de perfuração e desmonte de rochas sejam projetados, transferidos para o equipamento e os dados analisados após a escavação ser finalizada. A Sandvik Mining and Rock Technology e a Lemminkäinen trabalharam juntas no processo de adaptação do Sandvik iSURE para que funcionasse da melhor forma para a empreiteira.

<p>O Sistema Sandvik iSure funciona em harmonia com os jumbos, permitindo que a perfuração seja totalmente automatizada.</p>

O Sistema Sandvik iSure funciona em harmonia com os jumbos, permitindo que a perfuração seja totalmente automatizada.

<p>A população de Espoo está crescendo, e a planta de tratamento de esgoto será capaz de tratar o esgoto gerado por mais de 400.000 habitantes.</p>

A população de Espoo está crescendo, e a planta de tratamento de esgoto será capaz de tratar o esgoto gerado por mais de 400.000 habitantes.

Tommi Mannelin é o engenheiro responsável pelos planos de perfuração e desmonte de rochas para a Lemminkäinen, e dedica muito tempo ao Sandvik iSURE. “Trabalho com o sistema há sete anos e meio, e o software certamente facilita meu trabalho”, ressalta. “Ele economiza tempo, e o operador não precisa ficar pensando sobre as tarefas a serem cumpridas, já que a perfuração pode ser totalmente automatizada a partir dos planos. O único desafio real é que, às vezes, a teoria de um plano pode ser diferente da forma como realmente é na prática. Para uma funcionalidade ótima, o sistema precisa ser implementado nos processos e no equipamento”.

Para esse contrato, a Lemminkäinen escolheu dois jumbos Sandvik DT1131i totalmente automatizados. A Lemminkäinen já usou os dois em outro projeto. Os jumbos Sandvik foram originalmente entregues em Tampere para o projeto Rantatunneli, o túnel rodoviário mais longo da Finlândia. Esse era um tipo diferente de projeto, já que o túnel estava localizado em uma área residencial no centro da cidade. Ou seja, tolerâncias menores e vibrações monitoradas de perto. Em Tampere, esses dois jumbos receberam nomes – Anna-Kaisa, em homenagem à prefeita da cidade, e Irene, a segunda presidente do conselho local.

Solução Sandvik

No projeto subterrâneo de esgoto de Blominmäki, a Lemminkäinen usa dois jumbos Sandvik DT1131i, o software Sandvik iSURE, suporte técnico e serviços de pós-venda da Sandvik. Trabalhar em conjunto é importante para garantir que o equipamento, os sistemas e o suporte atendam às necessidades do cliente. O equipamento Sandvik fornece as capacidades de abertura de túneis que a Lemminkäinen precisa, enquanto o sistema Sandvik iSURE está lá para o planejamento e a análise do projeto completo do túnel. É um relacionamento cooperativo com foco em excelente produtividade e operações seguras.

Se essa nomeação dos jumbos gerou boa sorte é difícil de dizer, mas o projeto terminou bem antes do cronograma. A Lemminkäinen ficou feliz com os equipamentos, então os trouxe ao projeto em Espoo. Uma vez que a escavação se aproximou do fim, um dos jumbos foi movido para outra estação subterrânea de tratamento de esgoto em Mikkeli, deixando DT1131i para finalizar as escavações em Espoo.

“Nesses lugares especiais, com tolerâncias tão pequenas, utilizamos os jumbos Sandvik devido à sua precisão e confiabilidade”, afirma Meriläinen. Nupponen acrescenta: “A precisão do Anna-Kaisa é um grande benefício, pois precisamos que os túneis sejam da mais alta qualidade.”

Em uma semana comum, a Lemminkäinen escava de 14.000 a 15.000 m3 de rocha. A empreiteira já chegou a remover 17 mil m3 em uma semana.

Qualquer trabalho desse tamanho só é possível se o equipamento permanecer produtivo e confiável, e se os vários empreiteiros e empresas trabalharem juntos. A Sandvik e a Lemminkäinen têm um relacionamento forte há muitos anos. Juha Kukkonen, gerente de Vendas de Jumbos de Tunelamento da Sandvik, conta que eles já cooperaram para desenvolver os sistemas que a empreiteira usa, como o Sandvik iSURE, e também para garantir que ela tenha o equipamento que melhor se adapte às suas necessidades.

Sobre as demandas específicas em Espoo, ele diz: “Tínhamos três objetivos principais para os jumbos Sandvik da série i: serem rápidos, precisos e fáceis de usar. Pelo feedback que tivemos, sentimos que esses critérios foram cumpridos. A precisão das máquinas foi vital para o projeto, e a série DTi inclui muitos recursos de precisão, como braços robustos e modelos de compensação altamente desenvolvidos. Além disso, a Lemminkäinen retirou o sistema manuseador de hastes, o que significa que as lanças podem ser posicionadas muito próximas das paredes do túnel, e eles obtêm excelentes resultados em termos de qualidade de escavação.”

Dados técnicos Sandvik DT1131i

Dimensões do túnel: 10,92x 18,21 m

Área de cobertura: 20-183 m2

Diâmetro do furo: 43-64 mm

Comprimento do furo: Até 6,085 mm

Perfuratriz: Sandvik RD525, 25kW

Sistema de controle: iDATA

Comprimento de transporte: 17,78 m

Largura de transporte: 2,95 m

Altura de transporte: 3,69 m

Peso básico: 45.500 kg

Logo a escavação estará completa, e a estrutura estará lá para a construção da nova estação subterrânea de tratamento de esgoto. Vendo de cima, você não sabe dizer, mas algo especial está acontecendo no subsolo para ajudar uma comunidade inteira.